A arte de bem receber

 In The Network, Accomodations

Cerro da Fontinha, no Brejão, uma escolha que não deve passar em claro

cerrof
S uculentos, frescos e apetecíveis… morangos, framboesas e amoras, é o que encontra quando chega ao Cerro da Fontinha, um alojamento bem perto da praia, na zona do Brejão, entre São Teotónio e a Zambujeira do Mar.

Mas o dinamismo do homem do leme deste espaço, Miguel Godinho, não se fica pela fruta. Uma série de programas, que vão deste o surf à observação da vida selvagem, fazem o cardápio de ofertas deste turismo rural. A escolha é variada. Mas o denominador comum é sempre o contacto privilegiado com a natureza, com o seu doce chilrear por entre as árvores.

Mas a fruta é deveras um mimo apreciado, recriado aqui numa fórmula original para os clientes Casas Brancas que escolhem o Cerro da Fontinha. São produtos da região. O mar e os areais que se prolongaram para terra fizeram desta zona uma das mais propícias para a produção destes frutos do bosque na Europa.

O Cerro da Fontinha, um ecoturismo por natureza, como gosta de definir o seu proprietário, é uma varanda para um jardim da Alice no País das Maravilhas. E é realmente. Os puxadores das portas, por exemplo, têm a assinatura de Miguel Godinho. Na verdade, são simples pedaços de madeira recriados para além da utilidade mais óbvia. Não restam dúvidas, este projecto é a sua vida e a Fontinha, a menina dos seus olhos.

E é o próprio que prepara os deliciosos cestinhos que se encontram nas mesas das várias casas que compõem o alojamento. Mal se chega, o lago que circunda a propriedade desperta todas as atenções. O passadiço de madeira deixa entrever tardes de calor estendido na relva e, sem mais preocupações, cada casa está equipada e preparada para pequenos cozinhados.

Ficou tentado? Já sabe o que tem a fazer!

Mais informações em cerrodafontinha.­casasbrancas.­pt
Recommended Posts